Seja membro de nossa comunidade!

Cadastre seu melhor e-mail e receba nosso melhor conteúdo.

Como ser aprovado no Mestrado em Direito: 5 estratégias fundamentais

Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

O primeiro passo de uma boa preparação ao processo seletivo do mestrado em Direito de uma excelente instituição é a definição do problema de pesquisa e do marco teórico. Muitas pessoas se surpreendem com essa observação, pois pensam que o primeiro passo é definir o tema de pesquisa.

O tema, na verdade, é produto de uma definição precisa do problema. Portanto, esforce-se em procurar primeiro o problema de pesquisa, isto é, a questão a ser respondida em sua Dissertação. Mas como identificar um bom problema de pesquisa? Esteja sempre atento às notícias, às melhores publicações acadêmicas da área de seu interesse e a questões do cotidiano, de sua atuação profissional e da jurisprudência.

Essas são fontes importantes de informação e que podem inspirar a seleção de um bom problema de pesquisa. Investigue também dissertações e teses da linha de pesquisa de seu interesse na Universidade onde você deseja cursar seu mestrado.

Elas darão boas pistas a respeito dos temas de interesse do programa de pós-graduação, bem como a respeito De autores que compõem o marco teórico típico de pesquisas desenvolvidas naquele ambiente. Enxergue a definição do problema de pesquisa como o fruto natural de um ciclo composto composto por leituras, perguntas que surgem dos livros e artigos lidos, bem como por autores e perspectivas teóricas que ofereçam abordagens específicas para responder as perguntas.

No início, a maioria dos pesquisadores tem um pouco mais do que o interesse bem abrangente a respeito de uma determinada área. Com as leituras, torna-se possível reduzir os temas de interesse a pouco as questões, sendo portanto mais fácil delimitar o problema central de sua pesquisa. Quanto mais você ler a respeito de assuntos que te interessam, mais perguntas surgem, assim como possibilidades de diálogo entre um texto e outro. Além disso, a leitura possibilita a identificação dos autores e obras relevantes e que constituirão seu marco teórico. As leituras também possibilitam identificar o programa de pós-graduação mais receptivo a sua proposta de pesquisa. Procurando pelas teses e dissertações disponíveis, por exemplo, no portal capes, Você conseguirá identificar se o seu tema de pesquisa e seu marco teórico podem ser acomodado aos interesses de uma instituição específica.

# 2 Estudar os editais  Uma segunda estratégia para se preparar bem para enfrentar os processos seletivos dos programas de pós-graduação stricto sensu em Direito é conhecer bem os editais.

# 3 Contato com estudantes e professores dos Programas de Pós-Graduação escolhidos Também é importante ter contato com professores e alunos do programa de pós-graduação stricto sensu de seu interesse. Eles podem oferecer um ponto de vista bem interessante a respeito dos desafios do processo seletivo.

# 4 Procurar provas antigas do exame Conhecer as provas é um ponto fundamental para seu sucesso. Procure as provas antigas na secretaria da faculdade ou com professores e alunos do programa de pós-graduação,

# 5 Buscar a aprender a escrita acadêmica Melhorar a escrita acadêmica é fundamental. Aprenda a escrever bem seguindo bons modelos. Também vale a pena estudar a ABNT para aplicá–a adequadamente, bem como procurar desenvolver uma escrita mais pausada e progressiva, sem saltos argumentativos.

Acompanhe por e-mail

Inscreva-se e receba em seu e-mail dicas e estratégias para desenvolver seu potencial acadêmico e realizar seus objetivos.

Confira também!

Rolar para cima