fbpx

Inscreva-se e receba em seu e-mail técnicas e estratégias de eficácia comprovada para seu sucesso acadêmico.




como definir a metodologia de pesquisa

Como definir a metodologia de pesquisa?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Uma metodologia de pesquisa consiste na estratégia e no processo utilizados ​​na investigação para coletar dados. Ela e definida com o propósito de resolver um problema, tomar decisões ou fornecer uma “explicação” que satisfaça uma necessidade de pesquisa. Nesse sentido, a metodologia é o meio pelo qual o pesquisador progride nas várias etapas da investigação. Mas como definir a metodologia de pesquisa?

Assim, uma investigação caracterizada por incerteza e mudança constantes pode não oferecer muita ajuda. Às vezes, a decisão do que deve ser feito a seguir depende de o pesquisador trabalhar em todas as etapas. E, para isso, e necessário ler bastante e trabalhar no conhecimento adquirido. A decisão sobre o que fazer em seguida torna-se mais uma questão de julgamento do que qualquer outra coisa.

Neste artigo, compartilharei alguns dos métodos de pesquisa mais comuns com você. Também oferecerei conselhos sobre como escolher a melhor metodologia de pesquisa para suas necessidades.

A metodologia deve se adequar ao seu problema de pesquisa

Quando você está decidindo qual metodologia será mais adequada para sua pesquisa, é útil primeiro escrever uma lista das perguntas que você pretende responder. Essas questões são seus problemas de pesquisa. A maioria dos elementos metodológicos que você definirá está intimamente relacionado à sua relevância em fornecer respostas a eles.

A metodologia de pesquisa é a maneira como você deve construir sua resposta. Se sua pergunta for teórica, por exemplo, você deve ter uma estratégia para abordar a questão teórica em jogo. Você precisará entender a literatura mais importante sobre o assunto e abordar os debates cruciais sobre os principais assuntos discutidos. Além disso, deverá considerar as diferenças entre autores distintos e assim por diante. Nesse caso, a metodologia consiste nas leituras teóricas, que estão diretamente relacionadas às suas questões teóricas.

Problemas teóricos, metodológicos e empíricos exigem metodologias de abordagem bastante distintas

Claro, se suas perguntas de pesquisa são baseadas teoricamente, será necessário utilizar uma metodologia que o ajude a medir até que ponto ela é verdadeira e esta não uma suposição. Isso é especialmente verdadeiro se você deseja examinar até que ponto a abordagem teórica é verdadeira. Nesse caso, você precisaria de uma metodologia que possa ajudá-lo a medir e analisar dados quantitativos ou qualitativos. Em geral, é importante sempre considerar suas questões de pesquisa, bem como seu contexto teórico, ao decidir qual metodologia será mais adequada para suas necessidades.

Se sua pergunta for principalmente metodológica, por outro lado, refere-se à forma como você vai conduzir sua pesquisa. A metodologia, neste caso, se referirá aos procedimentos que você usará e aos instrumentos que irá aplicar. Você precisará fazer considerações muito cuidadosas sobre seus instrumentos de pesquisa. É preciso defini quais os instrumentos, como você planeja usá-los, como testará os resultados e assim por diante. A ênfase aqui está nas ferramentas e procedimentos que você aplicará para alcançar seus objetivos de pesquisa.

Se sua pergunta de pesquisa for empírica, a definição da metodologia é bem diferente. Nesse caso, a metodologia se refere a todos os procedimentos que você utilizará para conduzir sua investigação. Para uma pesquisa empírica, por exemplo, você deve saber quem será incluído ou excluído de seu estudo de caso. Alem disso, deve definir como os recrutará se esta for uma pesquisa de opinião, que tipo de entrevista você fará com os entrevistados, quais técnicas são mais adequadas para as diferentes etapas do processo de pesquisa, e assim por diante.

A metodologia e a abordagem teórica também devem ser compatíveis

Deve-se prestar atenção especial a este conceito porque ele tem duas faces muito próximas, mas bastante distintas: a abordagem teórica e o procedimento metodológico. É comum encontrar estudiosos que consideram o procedimento metodológico a abordagem teórica. Isto não é necessariamente verdade. O procedimento metodológico não requer necessariamente uma abordagem teórica. Por outro lado, existem outros casos em que se deve levar em consideração as decisões metodológicas com mais profundidade do que o habitual. Nesses casos, discutir mais claramente os procedimentos é fundamental.

A melhor maneira de fazer isso é definir questões de pesquisa que sejam tão claras e precisas quanto possível. Ao fazer isso, elas conduzirão você a uma resposta com algum grau de generalidade. A ênfase aqui está na amostragem, na coleta e quantificação dos dados, nas técnicas e procedimentos que seriam usados ​​em sua investigação.

Compreenda a função dos métodos qualitativos, quantitativos e mistos

Outro ponto a ser considerado refere-se ao papel que os métodos quantitativos e qualitativos terão em sua pesquisa. As pesquisas estritamente teóricas não dependem de metodologias estritamente qualitativas ou quantitativas, pois se baseiam principalmente em debates filosóficos e teóricos. Quando sua pesquisa é principalmente empírica, no entanto, deve-se observar que os dados quantitativos e qualitativos podem oferecer respostas muito diferentes. Se você tem uma questão de pesquisa puramente teórica, por exemplo, sua metodologia consistiria inteiramente em leituras. Nesse caso, as respostas podem ser muito diferentes a depender das interpretações possíveis e da literatura disponível.

O mesmo não acontece com pesquisas empíricas e exploratórias. Elas requerem estratégias de coleta de dados que conduzam à sua interpretação de forma qualitativa ou quantitativa. É aqui que você deve considerar o equilíbrio entre as proposições estatísticas e qualitativas, ou mesmo de combiná-las adequadamente.

Por outro lado, se sua pesquisa for principalmente empírica ou exploratória, os dados quantitativos podem fazer parte de sua metodologia. O equilíbrio é necessário para que você possa usar dados quantitativos e qualitativos, o que lhe permitirá obter resultados igualmente bons em sua pesquisa. Em geral, uma boa metodologia deve ser capaz de abordar todos os tipos de perguntas que você deseja responder.

Métodos quantitativos e qualitativos: você não precisa ter um lado

Também é importante saber com antecedência quais são os tipos de método que você pode empregar em sua pesquisa. Os métodos variam muito de uma disciplina para outra, mas a maioria das áreas pode utilizá-los de modo adequado. Alem disso, a maioria dos métodos se enquadra como métodos qualitativos ou quantitativos. Esta não é uma distinção estrita. Contudo, a principal distinção consiste no fato de que a pesquisa quantitativa se baseia em fatos que podem ser quantificados. De outro lado, a pesquisa qualitativa busca mais declarações e interpretações, que dificilmente são quantificáveis.

A distinção mais comum feita nas ciências sociais é entre métodos quantitativos e qualitativos. A pesquisa quantitativa depende da coleta de dados quantificáveis e tabulados estatisticamente. Por outro lado, a pesquisa qualitativa é baseada principalmente em interpretações e afirmações mais vagas, cuja abordagem matemática é mais dificultosa.

Métodos quantitativos

Alguns exemplos de métodos quantitativos para as ciências sociais incluem experimentos, pesquisas e observações. Pesquisa quantitativa significa a coleta de grandes quantidades de dados para produzir resultados precisos. Os dados são coletados e quantificados para ajudá-lo a descrever como as pessoas pensam e se comportam em uma situação social específica. A análise estatística é, portanto, uma parte importante da pesquisa quantitativa.

Métodos qualitativos

Por outro lado, a pesquisa qualitativa é baseada em dados subjetivos, que não podem ser medidos com precisão. A pesquisa qualitativa geralmente se baseia em entrevistas e observação extensa das reações das pessoas em uma situação específica. É o caso, por exemplo, de uma pesquisa na qual se pede a um grupo de pessoas para contar sua versão sobre determinado fato. A depender da estrutura da pesquisa qualitativa, é possível interpretar alguns dados precisamente. E não e raro obter descobertas ainda mais claras do que aquelas produzidas por métodos quantitativos.

Métodos mistos

Os métodos mistos são uma combinação de métodos qualitativos e quantitativos. Trata-se de uma abordagem, ​nas ciências sociais, para obter uma melhor compreensão do problema investigado. Por exemplo, você pode fazer observações sobre o comportamento das pessoas em certas situações para aprender mais sobre a atitude delas em relação ao assunto. Assim, você pode conduzir uma entrevista com o mesmo grupo de pessoas para saber por que elas se comportam de determinado modo. Depois, será possível delinear como esse elemento se relaciona a outros fatores que não são diretamente observáveis.

Afinal, como definir a metodologia de pesquisa?

A adequação de um determinado método depende de seu papel em ajudar o pesquisador a investigar e responder à questão de pesquisa. Por exemplo, os métodos de pesquisa qualitativa e quantitativa podem ser apropriados para determinar as opiniões dos leigos a respeito de uma questão social específica. No entanto, os métodos qualitativos são mais úteis se você precisar encontrar respostas mais gerais. Se você já possui um banco de dados adequado sobre o seu assunto, o uso de um método quantitativo pode ser o mais adequado. Ele fornecerá ferramentas para a análise. Porém, se você não possui dados suficientes para uma análise estatística, os métodos qualitativos são mais apropriados.

Os métodos qualitativos também podem servir estritamente para fornecer dados de base para pesquisas quantitativas futuras. Nesse caso, você pode usá-los como uma ferramenta de pesquisa para estabelecer um quadro teórico para a a pesquisa quantitativa. Por exemplo, você pode primeiro realizar uma pesquisa qualitativa. A partir dela, pode elaborar um questionário apropriado para o estudo e, então, usar métodos quantitativos para verificar suas descobertas iniciais. Contanto que você saiba quais informações precisa obter da pesquisa qualitativa, esse método pode se adequar às suas necessidades.

Concluindo, existem muitas vantagens e desvantagens em cada método de pesquisa. Use o seu conhecimento da situação na qual você está conduzindo a pesquisa. Com certeza, as vantagens e desvantagens desses dois métodos levarão a uma decisão bem informada para desenvolvê-la com sucesso!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email


Conteúdo acadêmico em seu e-mail. Inscreva-se e receba dicas semanais para realizar seus objetivos.





E aí,

O que você achou do artigo? Conte nos comentários!

Artigos relacionados

Rolar para cima

Você deseja cursar o Mestrado em Direito?

Participe de nossa comunidade e receba semanalmente dicas e estratégias para seu sucesso acadêmico.





FAÇA parte de nossa comunidade

Inscreva-se e receba informação para seu desenvolvimento acadêmico.